Quinto caso do mês: ônibus quebra e passageiros voltam a pé para terminal

Mais um caso polêmico de ônibus que quebrou e deixou os passageiros a pé. Na manhã desta terça-feira (26), a linha 070 que seguia sentido terminal General Osório estragou a menos de uma quadra ao sair do terminal Morenão. O que causou revolta e estresse para os passageiros que seguiam para destinos diversos. O ‘pane’ se seu por volta das 8h40 e passageiros tiveram que voltar andando até o terminal para esperar o próximo coletivo.

Conforme informação de leitores, o transporte tinha acabado de sair do terminal quando o motorista encostou próximo da calçada e pediu para todos descerem. “Ele olhou pra trás e disse que era pra todos saírem porque o ônibus ferveu, ai ele assobiou para o guarda que estava no terminal e todos voltamos a pé”, explica.

Cerca de 30 pessoas estavam no ônibus, sendo a maioria público idoso, estudante e pessoas que seguiam para o trabalho. A entrada dos passageiros que ficaram a pé foi liberada no terminal para a espera do próximo coletivo que substituiria a linha 070.

Taís Hernandes, era uma das passageiras e seguia caminho para o trabalho, onde entra às 9h. “Eu pego o 070, vou até o General Osório e ainda preciso pegar outro para chegar no Nova Bahia, hoje chegarei bem atrasada no trabalho”, conta.

Outros casos
Só neste mês de novembro, além do 070, mais quatro linhas de ônibus quebraram e deixaram os passageiros a pé.

O ônibus articulado da linha 087 – General Osório Guaicurus deixou os passageiros na mão no dia 6 de novembro em Campo Grande. O ônibus ‘apagou’ em plena Rui Barbosa na manhã e precisou ser rebocado por outro veículo. Os passageiros que estavam coletivo tiveram que descer e alguns até foram a pé até a avenida Afonso Pena.

Nesse mesmo dia um dos 20 novos veículos entregues para o transporte público de Campo Grande teve problemas elétricos e deixou passageiros a pé no Centro da cidade. Desta vez, o veículo que fazia linha 401 (José Abrão) teve a pane quando chegou no ponto de ônibus na Rua Maracaju, entre a 13 de Maio e a 14 de Julho. Os passageiros que estavam no interior, precisaram descer para esperar outro veículo ou seguir viagem de outra maneira.

No dia 18 de novembro mais um ônibus deixou os passageiros na mão. O veículo apresentou defeito e os usuários seguiram a pé até o terminal mais próximo. O ônibus era da linha 237 (Oscar Salazar-Terminal Nova Bahia) e apresentou defeito nas proximidades do Terminal Nova Bahia.

No dia 22 de novembro, os passageiros que seguiam para o Terminal Júlio de Castilho ficaram a pé após ônibus do Consórcio Guaicurus quebrar. Conforme informações de leitores, o veículo quebrou na avenida em trecho próximo ao cruzamento com a Rua Ricardo Franco, na Vila Alba, sentido centro-bairro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *